domingo, 4 de janeiro de 2009

EXCITAÇÃO DA SEMANA: SHEARWATER, «ROOK»


Por um atalho de cantautor dos mil e um ofícios, ao estilo de Patrick Watson, os Shearwater também experimentam de tudo, do trato erudito do piano à transcendência rockeira jeff-buckleyana. O álbum é igualmente abençoado pelo comportamento bipolar dos indie-folkers Mountain Goats, que oscila entre a meiguice romântica e uma interpretação mais colérica que racha a loiça no raio de um quilómetro. E vai mais longe, para uma espécie de prova viva da reencarnação, pelo menos a de Jonathan Meiburg (a persona dos Shearwater), que ao longo do disco tem momentos de músico barroco do século XVII, de hippie pró-folk dos anos 60 e de pós-grunger dos ano 90. (Matador, 2008)
Pode ler aqui artigo desenvolvido no Cotonete.

[“Rooks”, ao vivo no South by Southwest, em Austin, Texas, em 2008]

3 comentários:

curse of millhaven disse...

gosto muito desse álbum, mas não é nada que oiça muito frequentemente sob pena de me começar a enjoar um pouco.

Gonçalo Palma disse...

Percebo, também exerço essa gestão de prazeres. Pelo menos, neste álbum.

Bjs

paxxxeco disse...

se o anterior Palo Santo já era fantástico...este roça o perfeito.
já o tenho à imenso tempo e ainda povoa o meu leitor...insistentemente